Integrando suas Contas LancheCard e Mercado Pago

As recargas online são intermediadas pelo Mercado Pago, que recebe o pagamento, processa as informações e retorna se foi aprovado ou não, ou seja, para receber pagamento proveniente de recargas online, você precisa ter uma conta do Mercado Pago ativa e informar ao gerente de sua conta as credenciais que permitirão essa integração. Neste artigo vou te mostrar alguma informações importantes para manter a sua conta segura e sem dores de cabeça. 

1. Como Criar uma Conta

Criar uma conta no Mercado Pago é muito simples, basta você acessar https://www.mercadopago.com.br/  e preencher o formulário. O MP irá solicitar apenas algumas informações para criar sua conta, mas é importante que após a criação você complete os dados acessando o menu Minha Conta.

Um aspecto importante na criação da conta é que você precisa informar se a conta é de pessoa física ou jurídica. O que vai determinar de qual tipo será a sua conta é a conta bancária para onde pretende fazer a retirada dos valores. Se for receber em uma conta da empresa, deverá criar a conta Pessoa Jurídica.

DICA: Ao fazer a retirada do saldo da conta do MP para sua conta bancária, o MP analisa se o CPF ou CNPJ da conta bancária é o mesmo da conta do MP, caso seja diferentes, pode haver o bloqueio temporário da sua conta. Então só realize retiradas para a conta bancária do proprietário.

2. Enviando as Credenciais

As suas credenciais sãos os dados que vão permitir a integração da sua conta MP com sua conta LancheCard e fazer com os que os pagamentos dos seus clientes sejam enviados para sua conta. Para visualizar suas credenciais basta se logar na sua conta MP e no mesmo navegador, acessar esse link https://www.mercadopago.com/mlb/account/credentials . Aparecerá uma tela como ao lado, então basta clicar em Checkout Básico. Sugirá então uma nova tela com as informações. Copie e cole o Clint_id e o Client_secret e envie por email para a seu gerente LancheCard.

Pronto, agora é só aguardar a liberação por parte da equipe LancheCard e sua conta ja está habilitada a receber recargas online.

Lembramos que a LancheCard não processa o pagamento dos seus clientes, esse trabalho é do MP e também não guardamos nenhuma informação financeira, suas ou de seus clientes.

Como Acessar o Painel de Controle

Olá, tudo bem?

Em primeiro lugar queremos te parabenizar por fazer parte da família LancheCard, agora vamos te mostrar como como acessar o Painel de Controle e desfrutar dos benefícios que o LancheCard te oferece.

Vamos dividir este post em duas partes, uma mostrando como realizar o 1º acesso ao painel e a segunda como realizar a recuperação da senha.

1. Primeiro Acesso ao Painel de Controle

Para realizar o primeiro acesso basta realizar os seguintes procedimentos:

1.1 Acesse o Painel de Controle, clicando no menu superior do site ou direto no link https://lanchecard.com.br/painel

1.2 No campo EMAIL, preencha com o email informado no momento do cadastro na cantina ou lanchonete

1.3 No campo SENHA, informe seu CPF. Você será imediatamente direcionado para uma tela onde será forçado a alterar sua senha.

1.4 Informe uma nova senha e pronto!

2. Esqueceu sua Senha

Se você esqueceu sua senha, não se preocupe, basta recuperá-la usando seu email, vamos te mostrar como, você vai ver que é bem rápido.

1. Preencha o email e a senha com qualquer informação e clique em ENTRAR

2. Observe que o sistema mostrará uma mensagem no canto superior direto com o link “Esqueceu sua Senha?”, clique no link em azul.

3. Surgirá uma tela como a mostrada ao lado, informe o seu email cadastrado e clique em enviar.

4. O sistema enviará para seu email uma senha temporária com a qual você irá se logar no sistema e logo após o login realizar a troca da mesma.

Agora, se você realizou esses procedimentos e ainda assim o sistema informa que seu email não está cadastrado, é possível que tenha ocorrido um erro de digitação no momento do cadastro, neste caso entre em contato com a cantina ou lanchonete que realizou seu cadastro para correção dos dados.

Configuração do PDV para Atendimento Rápido

Olá pessoal, nesse artigo vamos mostrar como fazer a configuração do seu PDV para que você possa oferecer um atendimento mais rápido aos seus clientes, diminuir as filas do balcão e usar ao máximo os recursos que o PDV LancheCard oferece.

Lembramos que o LancheCard é otimizado para ambientes de baixo custo de implementação. Por isso se você usa terminais touch ou mobile, leia este artigo. Neste post vamos mostrar um ambiente econômico, porém mais otimizado ao rápido atendimento. 

1. Equipamentos Indicados

Para ambientes de maior movimento indicamos o uso de ao menos um caixa com PC ou notebook, de configurações mínimas. Como por exemplo: Processador I3 e 4Gb de memória ram. É muito provável que seu equipamento pessoal possua configurações superiores. Outro ponto de observação é o Sistema Operacional, você pode usar qualquer um deles: MAC, LINUX ou WINDOWS.

notebook
impressora epson

Impressora térmica não fiscal de 80 mm com guilhotina. Há várias marcas e modelos no mercado. E como sugestão indicamos a Epson TM – T20 por apresentar excelente qualidade e um bom custo benefício. Não indicamos para este fim impressoras sem guilhotina, pois as mesmas demandam um tempo maior de impressão. Com certeza vão aumentar suas filas.

Leitor de Código de Barras. Existem variados modelos, alguns com excelente performance na leitura, outros nem tanto. Por isso é necessário pesquisar na hora da compra. Indicamos o modelo LB-50BK da marca C3TECH, pois apresenta um tempo de leitura médio, baixo custo, em torno de R$ 150,00 e permite a configuração de vários itens importantes como veremos mais  a frente.

leitor de barras
Mais uma vez lembramos que o você pode operar com apenas um PC , tablet ou celular, sem a necessidade de outros acessórios. O ambiente mostrado neste artigo é opcional e indicado para cantinas com maior fluxo na hora do lanche.

2. Algumas Dicas

Seguiremos agora para algumas dicas que podem ajudar e muito na hora do atendimento. Lembre-se, mais tempo de planejamento proporciona menos tempo na hora da execução. Vamos lá.

Navegador

  1. Utilize uma instalação limpa do navegador, preferencialmente o Chrome e nunca o Edge ou Internet Explorer. Se seu navegador possui várias extensões instaladas ou está mostrando várias notificações e vive travando, considere reinstalar o mesmo, tendo em vista que ele é a base para toda a aplicação. É sempre bom também, de tempos em tempos “LIMPAR O CACHE DO NAVEGADOR“.
  2. Ao acessar o PDV mude para “TELA CHEIA”. No Chrome basta usar tecla F11, isso vai aumentar o espaço útil da sua tela e melhorar sua experiência.

Leitor de Código de Barras

  1. Configure o seu leitor de código de barras para o modo “LEITURA CONTÍNUA”, com esta função ativa você não vai precisar mais pressionar o gatilho da pistola, basta passar o cartão que ele fará a leitura.
  2. Outra configuração importante do leitor de código de barras é o chamado sufixo ou tecla de término. Na prática é a tecla que será automaticamente pressionada pela pistola ao fim da leitura. Logo, configure para tecla “ENTER”, que já é a padrão na maioria dos dispositivos. Com esta função ativa, após a leitura do cartão, o sistema abrirá automaticamente a tela de confirmação de venda. Assim evitando perda de tempo com novos cliques.

Impressora

  1. Se você usa notebook, então dê preferência ao mouse e evite usar touchpad. Pois além de mais rápido, você provavelmente vai evitar uma tendinite.
  2. Instale a impressora térmica e quando for realizar a primeira impressão, lembre-se de desmarcar o checkbox “CABEÇALHO E RODAPÉ” e configurar as Margens de Impressão para “NENHUM”  nas propriedades de impressão. Pois esta configuração fará com que a impressora corte o papel no tamanho correto.

Para configurar seu Leitor de Código de Barras use o manual do equipamento. Mas se ainda tiver dúvidas, não exite em falar com o gerente da sua conta LancheCard.

3. Personalize o seu PDV

O PDV LancheCard é personalizável e isto permite que você o deixe de acordo com a sua necessidade particular, vamos ver como aumentar sua performance:

  1. UTILIZE COMBOS, mas evite a combomania rsrs. O ideal é ter de 3 a 6 cadastrados, formando uma ou duas linhas da tela inicial do seu PDV. O uso de combos evita de você perder tempo pesquisando vários produtos.
  2.  Escolha “PRODUTOS PREFERENCIAIS” para serem mostrados na sua tela principal. Cada linha exibe 6 produtos. Você pode configurar uma linha pra cada categoria que julgar importante, mas lembre-se de cadastrar a foto do produto e o nome de etiqueta do produto para alcançar uma melhor experiência.
  3.  Use teclas de atalho. Com o leitor de código de barras ou não, habitue-se a usar as teclas de atalho, isso vai evitar cliques desnecessários e maior velocidade no atendimento

4. Exemplo Prático

pdv labchecard

Veja acima um modelo de PDV personalizado como sugestão, mas lembre-se você deve configurar seu perfil de acordo com sua necessidade e um vídeo demonstrando o funcionamento de um caixa personalizado com as dicas deste artigo. Se você tem outras sugestões de layout e dicas para melhorar o tempo de atendimento, posta nos comentários e compartilha com a comunidade LancheCard.

LancheCard – Aulas em Vídeo

Olá

O Sistema LancheCard tem sido desenvolvido para ser intuitivo e de fácil aprendizado, além disso sempre estaremos disponibilizando novos materiais para auxiliar os usuários.

Abaixo você encontra uma série de vídeo-aulas sobre cada módulo do sistema

Apresentação

Operador de Caixa

Permissionário

PDV

Cadastro de Cliente

Cliente, para o LancheCard, é a entidade que possui o cartão pré ou pós-pago e que realiza compras na cantina.

Para cadastrar um novo cliente basta seguir os passos abaixo:

  1. Acesse www.lanchecard.com.br/sisconsumo
  2. Informe login e senha e escolha o perfil “OPERADOR DE CAIXA”
  3. Na tela inicial, preencha o formulário do lado esquerdo “NOVO CLIENTE”  e clique em SALVAR
  4. Apenas preencha a ultima linha se o cliente for utilizar o cartão pós-pago
  5. Confira os dados informados na janela de confirmação e clique em “SALVAR”

1. Cliente Pré-pago

Os Clientes serão considerados como “PRÉ-PAGO” por padrão, isto significa que só poderão realizar compras enquanto houver crédito em seus cartões. A recargas poderão ser realizadas na cantina ou pela internet.

2. Cartão Pós-pago

Para que o cliente seja considerado pós-pago, a ultima linha do formulário de cadastro de cliente deverá ser preenchida, conforme figura ao lado, informando se é pós-pago e qual o valor máximo devedor que a conta possuirá.

Segue as opções do Cliente com cartão pós-pago:

  1. Poderá ter saldo negativo até o valor limite estabelecido pelo Operador de Caixa
  2. Poderá efetuar recargas à vista, neste caso o valor será usado para diminuir o saldo devedor do cartão
  3. Poderá também ser usado como cartão pré-pago, desde que possua saldo positivo
  4. Não poderá efetuar recargas on-line com cartão de crédito
pos pago

Como Montar uma Cantina Escolar

Existe diversos negócios bastante lucrativos, e um deles é a cantina escolar. É difícil achar um lugar hoje em dia que não tenha escolas e onde tem escolas, tem cantina.

Ao pensar em abrir uma cantina escolar existem algumas providências que devem ser tomadas. Por isso, podem surgir muitas dúvidas durante o processo.

Confira abaixo o passo a passo que você precisa seguir para montar uma cantina escolar.

1. Encontre uma Escola

O primeiro passo para montar uma cantina escolar é encontrar uma escola que esteja interessada. Nem todas possuem uma cantina, pois não é obrigatório, apesar de muitas possuírem.

No início, a procura pode ser difícil então tente buscar escolas que acabaram de abrir ou as que ainda não possuem cantina, pois dificilmente uma escola que já possui uma cantina será um bom investimento.

2. Apresentar o cardápio a escola

Se a escola cogita contratar seus serviços, ela vai querer conhecer os serviços apresentados. Por isso, não é de se espantar que ela queira saber qual o cardápio você vai oferecer.

Nessa hora, é essencial que você esteja com o cardápio já montado. Para montar o cardápio decida se ele irá ser fixo, por dia, ou se irá diversificar durante todo o mês.

Aposte também em alimentos saudáveis, pois a taxa de obesidade é uma das que mais crescem no Brasil, por isso, tente levar uma conscientização através da sua cantina, sem contar que hoje muitos pais deixam de comprar lanche nas cantinas por não encontrarem opções saudáveis, então se você oferecer esses produtos sem dúvidas irá atrair mais clientes para seu novo negócio.

4 Passo para o Sucesso de uma Cantina Escolar

Informe seu email e receba este E-book completo que contém 4 passos indispensáveis para o sucesso de uma cantina escolar

3. Informatização da cantina escolar

Talvez você não esperasse por essa, mas esse e o grande bizu deste artigo. A informatização das cantinas escolares é uma tendência nacional e está conquistando o coração de muitos pais que são atraidos por facilidades como cartão consumo, recargas online, acompanhamento de produtos, dentre outras. Além disso, informatizar a cantina também vai te ajudar a reduzir filas e atrair a atenção dos alunos que cada vez tem menos tempo para comprar o lanche. Com certeza é muito barato informatizar a cantina que contratar empregados.

Você pode clicar aqui para ver um Artigo especial sobre como escolher um bom sistema para sua cantina e ver nos vídeos abaixo como um bom sistema pode atrair mais clientes para sua cantina:

3. Últimos preparos e inauguração da cantina escolar

Depois de comprar os equipamentos e informatizar sua cantina, você deverá monta-los e cuidar da higienização do espaço. Isso deve ser feito em média com uma semana de antecedência. Use o espaço estrategicamente e crie um ambiente agradável, muitas vezes os alunos procuram um lugar bacana para conversar nos intervalos dos turnos ou enquanto aguardam a chegada dos transportes, se escolherem sua cantina para isso com certeza você verá o reflexo nas vendas.

Escolha um nome para sua cantina mesmo que ela seja pequena ou seja a única da escola e crie uma logomarca para expor em banners ou fachadas. Na internet hoje há várias opções de programas online gratuitos com essa finalidade que não precisam de conhecimento em design, como por exemplo o Canva.

Agora, basta colocar o cardápio em prática e inaugurar.

O Melhor Sistema para Cantinas

Todo mundo já percebeu que todos os lugares andam cada vez mais tecnológicos, pedidos em restaurantes e bares que antes eram anotados em bloquinhos de papel, hoje são feitos através do sistema do computador. Por isso vamos mostrar como identificar o melhor sistema para cantinas escolares. E se está iniciando no ramo e quer saber tudo que precisa para montar uma cantina escolar, é só clicar aqui e ver um post criado pensando em você.

Esses sistemas ajudam principalmente com o controle financeiro,  controle de estoque e apresentam ainda o grande benefício de automatizar os processos.

Confira abaixo o que você deve levar em consideração na hora de escolher o melhor sistema para cantinas.

1. Eficiência do Sistema para cantinas

O melhor sistema para a sua cantina escolar é o que garantir a melhor eficiência, pois ele deve ser simples e de fácil entendimento, para que não cause confusões. Logo, com uma boa eficiência, irá garantir um controle financeiro essencial para saber como estão os lucros. Além disso, haverá a diminuição de filas, pedidos entregues com maior rapidez e clientes (pais e alunos) mais satisfeitos do que nunca.

2. Mas afinal, qual o melhor Sistema Para Cantinas Escolares?

Existem muitas opções no mercado, mas com certeza um que se destaca pela simplicidade do uso e pela gama de opções que oferece é o LancheCard.

Esse sistema permite que os pais adquiram um cartão consumo e insiram créditos, tudo pelo aplicativo. De posse do cartão os filhos podem fazer as compras no balcão, pelo App ou através de um terminal de auto- atendimento. Assim, o pedido não precisa ser pago em dinheiro, basta fazer o cadastro facilmente na escola.

Sua Cantina está preparada para o retorno das aulas presenciais?

O LancheCard também permite a compra agendada, onde o pai ou o aluno podem comprar antecipadamente pelo App e no dia, o cantineiro gera um relatório dos produtos que já foram vendidos. Esta é uma ferramenta ideal para o retorno das aulas presenciais, pois os alunos não poderão mais se aglomerar nas filas das cantinas. E o cantineiro evita desperdício já que tem o conhecimento antecipado do que foi vendido.

Os pais também controlam o que o filho pode ou não comprar e limitam o valor de gasto diário. Esse sistema de cantina escolar é ideal para escolas de ensino fundamental e médio, mas também pode ser usado em faculdades e demais estabelecimento .

4 Passos para Montar uma Cantina de Sucesso

Informe seu email ao lado para receber este E-book com 4 dicas imperdíveis para garantir o sucesso da sua cantina

3. Otimização com Outros Recursos

Um bom sistema para cantina conta com a otimização em outros recursos, ou seja, controle de estoque e contas a pagar, bem como o lucro diário, mensal e anual.

Dessa forma, ninguém precisa mais perder tempo usando várias planilhas diferentes para controlar estoques ou contas ou ainda caderninhos para anotar o saldo devedor de cada cliente.

melhor_sistema_para_cantinas

4. Cadastro de Clientes

Com um bom sistema, também é possível fazer o cadastro do cliente. Isso ajuda a fidelizar o aluno e responsável, enviar sugestão de lanches e promoções além de criar um relacionamento mais estreito entre você e seu cliente.

Com o cadastro você consegue controlar a frequência do cliente, quanto ele gasta por mês na cantina e se ele está em débito de algum valor, mesmo que a última opção não seja indicada.

Se pais, professores ou outra pessoa não cadastrada quiser comprar você ainda pode realizar a venda avulsa, à vista, em espécie ou com cartão de crédito.

Nesse vídeo abaixo você tem mais informações práticas sobre o funcionamento do LancheCard e como é simples a sua operação.

Reproduzir vídeo

5. Custos de Implementação de Sistema para Cantinas

Se você está preocupado com o valor do sistema para cantina pode ficar tranquilo. Existem sistemas com valores variados no mercado, mas é preciso tomar cuidado com alguns detalhes, por exemplo:

Sistemas Gratuitos

Apesar a grande vantagem aparente, não é aconselhável o uso desses sistemas. A não ser que você seja um programador experiente. Pois além de possuírem apenas recursos básicos, os mesmos não são atualizados com frequência provocando graves falhas de segurança que podem te trazer muitos prejuízos. Sem contar a ausência de suporte, é muito difícil não ter pra quem ligar quando surge um problema no sistema.

Necessidade de Muitos Equipamentos

Outros sistemas exigem a utilização de muitos equipamentos para funcionar, por exemplo: Terminal PDV, Impressoras Fiscais, Leitores de Cartão, Computadores avançados. Tudo isso aumenta o custo de implementação e muitas vezes passam desapercebidos na hora do orçamento. Essa é mais uma vantagem do sistema LancheCard que permite que você utilize seu próprio celular como uma ferramenta de venda e economize ainda mais na hora da implementação.

6. Suporte

Como mencionei mais acima, quando se fala de fala do nosso dinheiro, é muito importante ter alguém pra quem ligar e tirar as dúvidas. Muita gente não gosta de ser atendido por um robô com frases prontas ou esperar até 48 horas para ter uma resposta, por isso usar um sistema que você tenha contato pessoal com a equipe de suporte é primordial para te trazer segurança na implementação e durante o período contratado.

Preencha o formulário ou nos chame no  ícone do whatsapp que um dos nossos consultores vai te mostrar as vantagens do melhor sistema para cantinas.

Diretriz de Alimentação e Nutrição

Nos primeiros anos de vida é essencial para o crescimento e desenvolvimento da
criança uma alimentação adequada, proporcionando ao organismo e energia e os nutrientes
necessários para o desempenho de suas funções e passa a manutenção de um bom estado de
saúde.
Alimentação principalmente no primeiro ano de vida é fator determinante na saúde
da criança. As fases iniciais do desenvolvimento humano são influenciadas por fatores
nutricionais e metabólicos levando a efeitos de longos prazos na programação metabólica de saúde na vida adulta a fase pré- escolar, caracteriza-se por estabilização do crescimento
estrutural e do ganho de peso. Nessa etapa, há uma menor necessidade de ingestão
energética quando comparada ao período de 0 a 2 anos, e a Fase Escolar, caracterizada por
crianças de 7 10 anos de idade, que pode apresentar características distintas quanto ao apetite, velocidade de crescimento e composição corporal.
Na fase pré- escolar a criança é caracterizada por:
 Apetite irregular
 Volume gástrico pequeno (200 a 300 ml)
 Oscilação nas preferências alimentares
 Crescimento estável e lento
Caracterização do período escolar:
– Abrange o crescimento dos seis anos de vida até a puberdade é caracterizada:
– Crescimento lento e estável
– Maior socialização e independência
– Aumento da ingestão alimentar
– Volume gástrico comparável ao do adulto
– Maior influência alimentar dos pais e amigos
– Comportamento sedentário
Os principais problemas nutricionais das crianças nesse período são a obesidade e as micro
deficiências.
Alimentação na Fase Pré- escolar
Considerando-se as características desta fase, o Departamento Cientifico de Nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) desenvolveu um manual com orientações para uma
conduta alimentar saudável na infância .
As refeições e lanches devem ser servidos em horários fixos, diariamente, com intervalos,
suficientes para que a criança sinta fome na próxima refeição.
O intervalo entre uma refeição e outra deve ser de duas a três horas
Na fase pré-escolar, o esquema alimentar deve ser composto por cinco ou seis refeições
diárias, com horários regulares: café da manhã 8h; lanche matinal 10h; almoço 12h; lanche
vespertino 15h; jantar 19h e algumas vezes, lanche antes de dormir.

O tamanho das porções dos alimentos nos pratos deve estar de acordo com o grau da aceitação da criança.
A oferta de líquidos nos horários das refeições deve ser controlada, porque suco, a agua e, principalmente, o refrigerante distende o estomago, estimulando a saciedade precocemente.
Alimentação na fase pré-escolar
Sabe-se que as mudanças biológicas, psicológicas, cognitivas e sociais que ocorre intensamente nessa fase, interferem-se na dinamicidade do comportamento alimentar dos escolares. Portanto, seguem diretrizes para a alimentação do escolar.
 Ingestão de alimentos para promover energia e nutrientes em quantidades e qualidade adequadas ao crescimento ao desenvolvimento e prática de atividade física;
 Alimentação variada, que inclua todos os grupos alimentares conforme preconizados na pirâmide alimentar evitando-se o consumo de guloseimas;
 Priorizar o consumo de carboidratos complexos em detrimento dos simples;
 Controle do ganho excessivo de peso pela adequação de ingestão de alimentos e pelo desenvolvimento de atividades físicas regulares;
 Estimular a pratica de atividade física;
 Consumo diário e variado de frutas, verduras e legumes;
 Estimular o consumo de peixes duas vezes por semana;
 Controle da ingestão de sal;
 Consumo apropriado de cálcio para a formação adequada da massa óssea e prevenção da osteoporose na vida adulta; e
 Incentivar hábitos alimentares e estilo de vida adequado para toda a família;
Vale ressaltar que os alimentos de origem proteica (leite, carnes e leguminosas) devem ser consumidos na proporção de 10 a 15% do valor energético total e, não podem ser substituídos entre si. Carne é fundamental por ser fonte de ferro, zinco e vitamina B12, e o leite por fornecer cálcio.

O Lanche Escolar

É comum vermos pais de hoje preocupados com o lanche dos filhos na escola, surgem muitas dúvidas tais como: o que levar na lancheira? melhor levar de casa ou comprar na cantina? O que os colegas vão falar se vê o lanche do meu filho diferente?

São muitas dúvidas para serem esclarecidas, iniciaremos uma sequência de artigos onde iremos dar algumas dicas sobre que fazer e o que não fazer.

Primeiro lugar devemos saber que o lanche escolar é uma extensão da alimentação da criança em casa, se ela não se alimenta bem e saudável em casa, provavelmente não comerá bem na escola e vice versa, além do mais os pais devem ser exemplos para que os filhos optem por alimentos saudáveis.

Mas enfim, após esse puxão de orelha inicial vamos ao que interessa com algumas dicas introdutórias de como montar um lanche escolar saudável e agradável para as crianças:

1. Organize um cardápio semanal para não mandar todos os dias a mesma coisa e cair na tentação de mandar alimentos industrializados.

2. De preferência para frutas que a criança gosta.

3. Coloque biscoitos de arroz integral.

4. Lembre que a hidratação é super importante: água, sucos e água de coco são ótimas opções.

5. Sanduíche naturais, panquecas, tapiocas, pão de queijo são alternativas de lanches saudáveis.

O que evitar na lancheira do seu filho:

1. Alimentos industrializados: sucos de caixinhas, salgadinhos, biscoitos recheados, frituras, guloseimas, refrigerante.

2. Alimentos que a criança não gosta ou não conhece.

3. Colocar sempre o mesmo lanche.

Necessidades Nutricionais Para Adolescentes

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a adolescência compreende a faixa
etária de 10 a 20 anos incompletos e, é caracterizada por muitas transformações relacionadas
aos aspectos físicos psíquicos e sociais: a puberdade é um exemplo bem representativo para
essa fase da vida.

A adolescência é considerada uma fase de crescimento e intensa atividade anabólica,
com isso, são necessárias que estejam presentes os principais substratos mais utilizados, com
construtores (leite e produtos lácteos, carnes, ovos e leguminosas) e reguladores (hortaliças e
frutas).

Vale salientar que a adolescência é marcada por mudanças do modo de se alimentar,
alterações emocionais, busca pela independência. A falta de tempo, influência dos amigos e da
mídia, praticidade e alta ingestão de alimentos processados fazem com que o adolescente
passe a ter comportamentos não tão saudáveis, tais como:

 Pular refeições
 Substituir refeições principais por lanches
 Aumentar o consumo de doces, salgadinhos fritura e refrigerantes.
 Reduzir o consumo de frutas, legumes e verduras, leites e derivados e água.
 Essa inadequação alimentar pode ser determinante para o atraso na taxa de
crescimento e evolução da puberdade, podendo comprometer as necessidades
corporais, nutricionais e emocionais na idade adulta.

Ainda não há um consenso em relação às necessidades nutricionais dos adolescentes. Por
isso mesmo não há até hoje, respostas plenamente satisfatórias sobre estimativas nutricionais
representativas dos pontos de corte ótimos, médios ou mínimos, considerando os estágios do
desenvolvimento púbere e as variações de clima, atividades esportivas, de lazer e de sono que
sejam adequadas durante a adolescência, para se alcançar um estilo de vida considerado
saudável para todos.

Entre os adolescentes de 10 a 19 anos, de acordo com a pesquisa de orçamento familiares
de 2008-2009, detectou-se aumento considerável da proporção do excesso de peso: em 1974-
1975, estavam acima do peso 3,9 dos garotos e 7,7% das garotas, já em 2002-2003 os
percentuais encontrados foram de 18,0 e 15,4%; em 2008-2009 esse valor aumentou para 21,7
entre o sexo masculino e 19,4 entre o sexo feminino, em 2014-2015 esse valor aumentou para
31,3 masculino e 18,7 entre as meninas.

Essa situação aliada à alta frequência de doenças crônicas na vida adulta (cerca de 30%)
indica a importância da implementação de medidas preventivas como o monitoramento
sequencial e continuo do estado nutricional do lactente ao adolescente.

– Recomendações nutricionais na adolescência

A necessidade de nutrientes para adolescente varia de acordo com a idade, o tamanho
corporal, o sexo, o desenvolvimento puberal e a atividade física. Trata-se de um período da
vida em que as necessidades nutricionais são maiores.
As ingestões dietéticas de referencia (DRJ) referem-se a quotas dietéticas diárias
recomendadas para estimar a ingestão de nutrientes de pessoas saudáveis. Estas são listadas
por idade cronológicas e sexo para adolescentes. As DRIs devem ser utilizadas como diretrizes
durante a avaliação nutricional, mas todo conjunto clínico, assim como os indicadores de
crescimento e maturação física devem ser levados em consideração para que haja a
determinação final das necessidades e individuais de nutrientes e energia.

×

Olá!

Clique em um dos nossos representantes para iniciar um chat pelo WhatsApp

×